sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Eu errei! Eu acertei!! Eu me arrependi!! Eu corrigi!!!



....Nos primeiros dias em casa, tive muitas visitas, quase todos os dias, eu estava me mantendo firme e forte em pé, maquiada, de sorriso no rosto... EU ERREIII...
Como que pode uma recem mãe ter parido e assim? Gente eu fui totalmente louca MESMOO, sei la como eu aguentei firme e forte, sempre quando vinham falavam: Nossa nem parece que teve um filho , isso me deixava feliz. EU ERREI, isso nao era coisa pra me deixar feliz, eu pensando agora, como fui tola. Posso estar errada novamente, mas eu lembrando dos primeiros 30 dias eu vi o quanto eu errei o quanto fui "infantil" o quanto eu ficava pensando no que os OUTROS podiam pensar, e não em cuidar e dar prioridade para o meu filho. [ Nunca confessei isso aqui e nem pra ninguem , era normal pra eu, mas hoje, olhando para tras  vi o quanto eu ERREI ME ARREPENDO ]

Acontece que eu tive um comportamento sinceramente horrivel nos meus 30 primeiros dias...
Chegava alguma visita, guilherme começava a chorar, eu dava de mamar, mas nunca o suficiente, porque? porque eu queria que a visita visse ele, que pegasse ele (pilantragem das visitas também que ficava me acelerando --' ), mas gente, como eu fui insensivel, muitas vezes meu filho chorava eu "enganava" ele dando um pouco de mama, tirando ele do peito para a visita ve-lo????
Meu deuuus eu olho pra tras e vejo o quanto fui INFANTIL, pensando em agradar aos outros, ao inves de olhar pro meu filho!!! Isso me corta o coração de ver que fiz erradoo!!! Fiz tudo errado no começo.

....Gregory muitas vezes pegou o Gui do meu colo com medo que eu fizesse alguma coisa de errada com o pequeno, eu não tinha caido na real que eu tinha virado MÃE, que eu precisava amamentar durante a madrugada de 3 em 3h,  eu ficava furiosa toda vez que eu precisava acordar, afinal, dias antes dele nascer eu dormia quase 12h por dia, e depois que ele nasceu dormir 3h seguidas era LUXO, eu estava irritada, nervosa, com dor no bico do seio ao amamentar... eu não tinha o jeito de fazer nada, eu não dava banho nele  não por medo, por não querer mesmo, eu quase nao trocava ele, nao por nojo ou coisa do genero foi por que eu não estava caindo na real q ele precisava de mim, eu nao fazia ele arrotar porque nao tinha paciencia e tbm nao ouvia...isso foi quase 30 dias pra eu realmente ver definitivamente que ele era o meu bem mais precioso que eu nao podia mais deixar de olhar pra ele e sorrir involuntariamente. Eu falva que amava ele, mais falar é muito facil né?? Provar que é o dificil! E hoje, cada dia que provo pra mim mesma o quanto eu amo ele, trocar as fraldas se tornou algo lindo, a cada pum dele eu sorria eu vibrava a cada cocozinho, amamenta-lo se tornou algo divino, eu AMO amamentar, ver os olhos dele me olhando, sem conta nas vezes q eu mando um beijinho pra ele , ele para de mamar da um sorriso e volta a mamar (PU#$&%RA¨% , como pude demorar tanto pra ver, pra amar tudo isso? pra dar valor a cada situação? )

 ME PERDOA, FILHO "(  ... "não é atoa que hoje eu fico agarrada nele todo instante!"

DEPRESSÃO POS PARTO? olha eu sinceramente acho que NÃO, eu penso varias vezes, minha gravides não foi desejada era algo que eu nao queria, no decorrer da minha gravides eu aprendi a amar aquela barriga, amar ser gestante, mais quando eu comecei a pegar gosto por ser gestante, eu tive o Gui, de um parto que não me arrependo, mais não pari com dores, foi algo rapido "sem graça" , mas nada disso me faz esquecer a emoção de ve-lo pela primeira vez, nunca vou esquecer, enfim foi algo q do dia pra noite ele ja estava nos meus braços, eu nao ficava imaginando como ele seria, eu amava ser gestante, amava ser elogia, amava quando passavam a mão na minha barriga, e o gui nasceu e EU? EU simplismente fiquei pra escanteio, e na maior cara dura as pessoa falavam aaa jéssica agora só queremos saber do Guilherme, dar um beijo no meu rosto? é raro, pois vão direto pra ele (hoje eu nem ligo, JURO!)...

(Vcs me entendem?)
Sei que muitas aqui desejaram/planejaram uma gravides, que muitas sonharam, ficaram felizes, ficaram ou ficam anciosas pela chegada. E vão ler e pensar, - Nossa como ela é mal agradecida, como ela é má - Mas não julguem, eu errei, eu me arrependi, hoje eu estou corrijindo! Errando e aprendendo...

Aqui não teve enxoval planejado e muito menos um quarto montado , isso ainda vai acontecer eu quero ele merece!!!!

Eu sinto vergonha de escrever isso, mas eu quero mostrar que isso acontece infelizmente, mas graças a Deus tudo passa =)
Hoje não consigo mais me ver sem o Guilherme, minha familia é feliz pelo simples fato dele estar conosco, isso me deixa profundamente agradecida a Deus por ter me presenteado com uma benção, ele nasceu perfeito, Obrigada Deus, ele é lindo Obrigada Deus, todo gesto dele diferente eu agradeço a Deus!!




Passamos todos os dias assim, agarradinhos, eu tentando imititar a expressão do Gui rsrsrsrs
 Te amo meu ursinhoooooo
 Te amo meu bebe, te amo meu bebeeeeee


Enfim......, hoje eu escrevo tudo isso aliviada, mesmo olhando pra tras vendo que errei, hoje eu olho e vejo o quanto mudei e quanto eu amadureci!!!

14 comentários:

  1. É errando que se aprende nos não somos perfeitos mais temos um amor perfeito!por nossos bbs vc e ele estão lindos amei o macacão de ursinho um bj!!!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga não se culpe!
    Pra mim a pior coisa dos primeiro s dias pós parto eh o jeito q fica nosso emocional, eh mta mudança, mta novidade e erramos msm, somos humanas!
    Eu sofri demais pq fiquei paranoica, dei uma bela surtada mesmo.
    Mas o bom eh termos a chance de consertarmos os erros e aproveitar mto essas gostosuras que Deus nos deu!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  3. é incrível como somos parecidas... tirando a maquiagem pra esperar as visitas(quase nunca uso maquiagem), TODO o resto foi EXATAMENTE IGUAL... Até a parte do marido pegar a "CRIA" por medo... atribuo isso ao sono, e tbm me arrependo... É amiga, não existe treinamento pra isso... + não é falta de amor... AMO MINHA MANU, ASSIM COMO É NOTÁVEL SEU AMOR PELO GUI...

    Bjokas a vcs... ótimo f.d.s

    ResponderExcluir
  4. amiga não sinta vergonha
    quanta humildade
    viver é estar aprendendo
    e você aprendeu
    não existe aprender sem errar
    e o mas importante amiga você reconhece o que faz
    de você uma super mãe, uma maravilhosa mulher
    te admiro por isso
    Nanda
    beijokas
    Linda Noite

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  5. acho lindo poder enxergar e assumir os erros...
    errar, todo mundo erra, mas assumir e corrigir assim, é pra poucos!
    Parabéns pela coragem, pela honestidade e, mais do que tudo, pelo amor!

    O Gui tá uma delícia!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Coragem de falar tudo isso, hein?
    Que bom que tudo está melhor e dá pra ver a carinha de vocês dois está cada dia mais feliz :) São lindos!!

    beijocas!

    ResponderExcluir
  7. Aqui foi tudo ao contrário, eu não gostava nem um pouca das visitas, detestava quando alguém queria segurar ou pedia para ligar a luz para ve-lo.
    Não se sinta culpada, leve como ensinamento para uma próxima gravidez.

    beijos

    www.maeparasempre.com

    ResponderExcluir
  8. Amiga não se sinta culpada,essas coisas acontecem!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Primeiros 30 dias é punk, não se culpe pois já passou. Fique feliz por ter mudado e basta!!! bjsssss

    ResponderExcluir
  10. Jessica, comecei a ler um livro que se chama "A maternidade e o encontro com a própria sombra". Menina você acabou de postar o qe a autora disse no livro. E vim aqui, assumir publicamente isso, só me deixa uma palavra para te dizer: PARABÉNS.

    Parabéns por assumir isso tudo. Parabéns por ter coragem de compartilhar. Ao compartilhar isso você está ajudando várias mães (a autora comenta sobre isso no livro).

    Me identifiquei muito com o que você escreveu. É difícil não nos culparmos por algo, mas é errando que aprendemos.

    E que façamos de tudo para tirar o atraso!! O amor é o que importa (e não é o amor de fotinha no Facebook, é esse que você bem sabe).

    Força para toas nós.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  11. A vida é assim, esse constante aprendizado :) bjs

    ResponderExcluir
  12. Comigo foi diferente, mas eu sonhaaava com o Anthony mais que tudo, talvez por causa do aborto que eu tive antes, enfim..mas aconteceu aqui em casa com o Bruno, parece que ele não amava o Anthony sabe? falava ´´pq q a gente foi ter esse bebe? a gente devia ter esperado mais..`` acredita? imagina como eu ficava! Podre de cansada, com um bebe que só chorava (refluxo) e um marido que não me apoiava e parecia não amar o bebê! Mas a vida é assim, nem sempre o amor é algo que vem e pumba, acontece! o amor é construido dia a dia, e é isso que importa, a vontade de amar, de cuidar, de fazer o melhor! Hoje o Bruno é apaixonado pelo Anthony, pega ele e vão no mercado só os dois, faz ele dormir, banho é só com ele...o tempo passa e o amor vem! =D

    Beeeijos amiga!

    ResponderExcluir
  13. Demora um pouquinho mesmo pra ficha cair né?! Mesmo sendo o segundo bebê, comigo não foi muito diferente! E olha que são quase 07 anos de diferença! E melhor ainda, é olhar pra trás, enxergar o erro, corrigi-lo e depois, falar sobre ele sem culpa! Bjo

    http://doisfilhosumcoracao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Nossa amiga não tinha visto esse teu post
    e sabe fiquei aqui pensando
    ah gente não ganha um manual de instrução
    COMO SER MÃE
    no começo acho que tudo fica meio assustador
    ah gente não sabe direito oque fazer
    o que dar prioridade
    o bom que vc hoje é uma mãezonaa
    se encaixou bemmm se encontrou
    muitas e muitas felicidades pra vc e pro gui
    bem agarradinhos juntos
    bjosss

    ResponderExcluir